Sapatos para pés com joanetes –

As mulheres, mais que os homens, pagam caro pela elegância e beleza. A incidência de joanete é 20 vezes maior nas mulheres por causa dos sapatos apertados, de salto e bico fino.

Na maioria das vezes, quem tem joanete já nasce com esta predisposição genética, embora o problema possa aparecer ou se agravar com o uso de sapatos inadequados.

Precauções:

    • É possível prevenir joanetes e calos, mesmo no caso de quem tem predisposição genética;
    • Os médicos recomendam usar sapatos adequados, confortáveis para os pés, de bico largo e couro maleável, de modo a evitar a fricção com a pele;
    • Como o pé é a parte do corpo mais castigada e exigida, é preciso proporcionar-lhe o maior conforto possível, usando calçados que respeite seu formato natural e que tenham a maleabilidade necessária.O QUE É um joanete?
    • Se o dedão do pé está fora de alinhamento, fazendo o pé inclinar-se para o segundo dedo. Uma protuberância visível no lado do dedo grande do pé.

O QUE CAUSA um joanete?
O joanete não é uma condição hereditária – no entanto, o tipo de pé que faz alguém ser propenso a joanetes é genética. Normalmente, a dor e inflamação associada com joanetes são causados por sapatos que causam cãibras nos dedos do pé, por altura de salto ou bico fino e ainda ficar em pé durante períodos muito longos.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?
Porque o dedão do pé fica esfregando contra o segundo dedo, há muitos sintomas incômodos em um joanete. Dor, inflamação e vermelhidão são comuns. A pessoa pode experimentar uma sensação de queimação e possivelmente dormência. Em alguns casos, a dor torna-se insuportável, a ponto de fazer a pessoa ter que ficar sem calçado.

COMO POSSO controlar a dor?
Comece por usar sapatos que dão os dedos dos pés muito conforto. Você também pode usar almofadas de amortecimentos para joanetes, aplicação de gelo, próteses personalizadas e até em casos extremos o uso de analgésicos para auxiliar na eliminação da dor. O importante é perceber cedo a possibilidade de se ter um joanetes e usar calçados especialmente confortáveis, onde os dedos não fiquem espremidos em bicos finos e com saltos adequados de no máximo 6cm, desta forma, controlará para que seus joanetes não venham a ser um problema grave.

COMO SÃO TRATADOS joanetes?
A maioria dos tratamentos não cirúrgicos são semelhantes a técnicas para aliviar a dor. Estes métodos – sapatos adequados, palmilhas especiais, próteses alternativas,  e medicamentos. Quando a dor dos joanetes começam a interferir com a sua atividade diária, talvez seja a hora de considerar a cirurgia. As técnicas mais recentes têm uma alta taxa de sucesso, porém a reincidência é possível, por isso, é importante cuidar muito de seu calçados depois dela.

QUANDO DEVO consultar meu médico?
Contate o seu médico logo que você notar qualquer coisa fora do comum com o seu pé. Joanetes são uma desordem progressiva, por isso é melhor prevenir e no caso da existência, começar o tratamento tão cedo quanto possível.